Saiba tudo sobre cãibras musculares

O que é?

Apesar de inofensivas e de não exigirem cirurgias, poucas coisas são tão doloridas quanto as cãibras musculares. A cãibra muscular, também conhecida como espasmo muscular , é um repuxão repentino e involuntário de um músculo. Pode acontecer com qualquer músculo e repentinamente ocorrendo normalmente na coxa, na panturrilha e no pé, quando a pessoa está deitada, praticando algum tipo de esporte ou fazendo exercícios físicos.

Um estudo constatou que 70% das pessoas acima de 50 anos de idade têm este tipo de cãibra à noite. Em geral, as cãibras começam a atacar com maior frequência em idade mais avançada.

Quais são os sintomas das cãibras musculares?

  • Um espasmo agudo e dolorido, ou uma contração (apertada) de um músculo. O músculo afetado fica duro ao toque.
  • Na cãibras mais severas, ficam visíveis os repuxões e espasmos do músculo sob a pele

O que causa?

As cãibras ainda são um mistério e raramente é possível determinar por que acontecem. Tanto a inatividade como a atividade podem causar cãibras. As cãibras nos atletas têm várias causas. Podem ser um desequilíbrio de minerais no sangue chamado de eletrólito (potássio e sódio), resultante do excesso de suor e desidratação, excesso de exercícios físicos (contração excessiva) ou fadiga muscular (formação de ácido lático nos músculos).

Se você se exercita muito durante um determinado dia, seus músculos podem contrair enquanto está dormindo, ocorrendo as cãibras.

Algumas medicações, especialmente os diuréticos para combater a hipertensão, podem provocar cãibras.

 

Conheça algumas soluções caseiras para cãibras musculares

Interromper a cãibra

Para as cãibras na panturrilha, você deve flexionar os pés, apontando-os para cima (esticar os pés causa cãibra). Deitar e pegar os dedos e a planta dos pés puxando-os em direção ao joelho. Massagear o músculo, tentando relaxá-lo completamente.

Para as cãibras na parte de trás da coxa, esticar a perna, alongando devagar os músculos desta região. Massagear a área dolorida com os dedos.

Colocar gelo no músculo.

O gelo pode reduzir o fluxo de sangue para os músculos, relaxando-os.

Caminhar

Colocar todo o peso do corpo sobre o calcanhar pode ajudar a interromper as cãibras nas pernas

Ingerir líquido

Beber bastante água ajuda a corrigir a perda de líquido quando você transpira em excesso, o que ocorre geralmente durante uma longa maratona atlética no calor. Se há desequilíbrio mineral – pouco potássio ou sódio, por exemplo – você pode ingerir líquidos de eletrólito, especiais para atletas. A maioria das pessoas entretanto, consegue a quantidade necessária de sódio e de potássio a partir da dieta alimentar normal, sem precisar de suplementos

É questionável o uso de quinino

Durante anos, as pílulas de sulfato quinino eram usadas regularmente no tratamento de cãibras noturnas mas pouco se sabe sobre sua eficácia e segurança. Um estudo constatou que estas pílulas de fato reduzem a frequência das cãibras nas pernas mas podem apresentar efeitos colaterais muitas vezes sérios e fatais. Por isso o FDA (Food and Drug Administration) tirou as pílulas do mercado. Pílulas de cloreto e vitamina E também ajudam mas, da mesma forma, existem poucas evidências sobre sua eficácia.

Quando buscar atendimento médico

O médico deverá ser procurado quando as cãibras são recorrentes, apesar de você já ter tomado todas as medidas a seu alcance. Situada em São Bernardo do Campo, a clínica de ortopedia e traumatologia Apoio conta com um corpo clínico especializado no tratamento do sistema locomotor e da coluna vertebral (ossos, articulações, ligamentos, tendões e músculos), condecorados pela Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia – SBOT. A clínica atende tanto por convênio como particular. Entre em contato conosco.

 

Gostou do artigo? Compartilhe ou comente conosco. Dúvidas ou sugestões serão bem vindas.

 

Obrigado

 

 

0 respostas

Deixe um comentário


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *